Prepare-se desde já para começar o ano sem dívidas

masterbh-prepare-se-desde-ja-para-comecar-o-ano-sem-dividas

Agosto chegou e nenhum dos seus planos de organização financeira saiu do papel. Parece que está cada vez mais perto de fazer aquela velha troca – usar o 13º para pagar dívidas, o salário para pagar as contas do ano e a viagem com as crianças, vai entregar para o cosmos – tudo no cartão de crédito e, em março, se aperta para pagar.

Não sinta culpa se você se identificou com uma parte dessa descrição – você definitivamente não está sozinho. Esse é o comportamento padrão do brasileiro: poupa pouco, gasta muito e se endivida mais ainda. No entanto, se você não tem dívidas, dá para fugir desse ciclo vicioso.

Quem ensina como fazer isso é Wilson Justo, diretor de Relacionamento com Cliente da Sorocred. Por sinal, o que o especialista mais vê é a procrastinação da solução dos dilemas financeiros. “Em janeiro não vai acontecer uma mágica que vai depositar dinheiro na sua conta”, diz. “Janeiro é sol na cabeça e dívida na porta de casa.”

O melhor conselho é sempre se planejar, para poder ter o dinheiro antes das compras acontecerem – fugindo do parcelamento, do cartão crédito e usufruindo dos descontos para compras à vista. Mas quando isso já não é possível, a sugestão é recorrer a alguma estratégia mais urgente.

1 – Elimine as dívidas

Se você ainda tem dívidas, saiba que esse é o momento ideal para renegociá-las. “Os credores estão com o tapete vermelho estendido para quem está devendo”, diz Justo. Por isso mesmo, já refaça seu orçamento para o semestre incluindo as parcelas da dívida renegociada – assim você terá mais clareza de quanto poderá gastar com as férias das crianças.

2 – Separe o dinheiro para as contas de começo de ano

Os impostos do imóvel e do carro chegarão – assim como as contas de material escolar, matrícula de escola, entre outros. Ponha na ponta do lápis e defina quanto você terá de guardar para não precisar de empréstimo para pagar tudo que está por vir.

3 – Antecipe o orçamento das férias

Uma vez resolvida a questão das dívidas e das contas futuras, veja quanto você gastar com as férias das crianças. Se estiver pensando em viajar, veja o pacote que cabe no seu orçamento, e não o contrário. A dica de Justo é aproveitar para comprar os pacotes o quanto antes para evitar os preços altos do fim do ano.

4 – Reserve o 13º salário

Se for viajar, esse é o dinheiro certo para você usar durante a viagem – fugindo, de novo, do cartão de crédito. Chegar das férias vai ser menos dolorido se você não tiver uma fatura de cartão astronômica para pagar.

Fonte: IG

Autor: Everton Moraes

Analista de Mídias, Redação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *