Black Friday: sites comparadores de preço criam filtros para coibir oferta falsa

masterbh-black-friday-sites-comparadores-de-preco-criam-filtros-para-coibir-oferta-falsa

Alguns dos principais comparadores de preços da internet criaram ou turbinaram filtros para barrar ofertas maquiadas durante a Black Friday 2013 – como um eventual desconto de 50% hoje sobre o dobro do preço praticado ontem.

CONFIRA: Lista de participantes da Black Friday 2013

A estratégia é simples: comparar os preços anunciados durante o evento com aqueles que vinham sendo praticados nos últimos tempos pelos mesmos vendedores, e estabelecer descontos mínimos para incluir ou destacar as ofertas.

O Buscapé já havia adotado o método na edição de 2012. As validações, entretanto, eram feitas de maneira quase manual, caso a caso – o que já foi suficiente para identificar ofertas falsas, segundo Rodrigo Borer, vice-presidente de comparação de preços da Buscapé Company

“Este ano a gente preparou essa validação de preço automática. Nós temos o histórico de preços de tudo o que é vendido na internet desde 1999”, conta Borer ao iG.

Segundo o executivo, todas as ofertas apresentadas nos comparadores do Buscapé têm de passar pelo filtro e devem trazer descontos considerados “expressivos” em relação a esse histórico. O abatimento mínimo varia de acordo o produto.

 

MÍNIMO DE 10%

 

O Zoom tornou “mais rígido” o controle antimaquiagem em 2013, segundo o presidente-executivo da empresa, Adriano Lopes. Todas as ofertas Black Friday lançadas pelas lojas serão apresentadas, mas apenas as que tiverem desconto de 10% ou mais sobre o menor preço praticado nos últimos 30 dias receberão um selo de destaque.

“Não dá para subir o preço na semana e baixar no dia. Queremos justamente proteger o usuário”, afirma Lopes, que espera dobrar o faturamento na Black Friday 2013. “No ano passado fizemos [o equivalente a] cinco dias num dia. Esse ano dá para fazer dez dias.”

Com uma linha de corte mais elevada – 30% -, o KuantoKusta chegou a validar apenas cinco de uma lista de 70 ofertas. No total, 280 já haviam sido verificadas na tarde de quinta-feira (28).

Segundo Flávio Soraggi Pagotto, presidente-executivo do site, o método do KuantoKusta também desconsidera ofertas em que os preços tiveram alta nos últimos 15 dias, ou em que não o vendedor não tem estoque suficiente.

“De hora em hora vamos validar todas as ofertas. Se sair de estoque ou o preço mudar, tiramos a oferta”, diz Pagotto, que espera 50 mil visitas ao longo da Black Friday.

 

CONSUMIDOR ESPERTO

 

O JáCotei também utilizará elementos para destacar as melhores ofertas. Segundo Antônio Coelho, presidente-executivo da empresa, os menores preços num histórico de seis meses receberão um carimbo.

“Vamos no âmago para garantir para o consumidor que ele está fazendo a melhor compra dos últimos seis meses.”

Outra ferramenta de controle foi o aprimoramento dos gráficos que apresentam o desempenho do preço de cada produto ao longo tempo.

 

FONTE: Endividados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *