É melhor receber renda ou investir durante a aposentadoria?

e-melhor-receber-renda-ou-investir-durante-a-aposentadoria

Dúvida do internauta: Tenho 76 anos, boa saúde e um plano Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL) com saldo de 450 mil reais. Já posso solicitar o recebimento do benefício mensal de cerca de 3 mil reais e ter renda vitalícia, corrigida anualmente por um indicador que consta no contrato. O que é mais vantajoso: fazer esse pedido ou sacar o valor e investir em alguma outra aplicação financeira? Sei que, caso eu opte pela renda vitalícia e venha a falecer, os meus beneficiários não recebem nada.

Resposta

Um VGBL com renda vitalícia é um importante fator de segurança. Mas, por outro lado, pode representar custos. Geralmente as seguradoras adotam premissas extremamente conservadoras na montagem do plano, tanto em relação à longevidade do indivíduo como da taxa de juros ao longo do tempo.

Um outro risco, apontado por você, é o de morte, situação em que os recursos remanescentes ficam com a seguradora caso o seu plano não reverter a renda para algum parente.

Uma renda de cerca de 3 mil reais, em um plano que tem um saldo de 450 mil reais, representa uma taxa de retorno de aproximadamente 8.3% ao ano. Como atualmente os juros no Brasil estão em patamares mais elevados, você poderia investir os recursos aplicados no plano e obter rendimentos superiores. Caso invista em títulos Tesouro Selic, via sistema Tesouro Direto, por exemplo, teria um rendimento mensal acima de 4,5 mil reais (veja o passo a passo para começar a investir no Tesouro Direto).

Fiz algumas simulações com juros bem mais baixos, de 0.6% ao mês (atualmente os juros estão acima de 1%) e mesmo assim seria melhor você investir os recursos. Outro fator positivo, nesse caso, é que, com o seu falecimento, os recursos investidos serão de seus herdeiros legais.

Fonte: Exame

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *