Antecipe as compras de Natal para gastar menos

antecipe-as-compras-de-natal-para-gastar-menos2

Após organizar as finanças e se preparar para as despesas de início de ano, é hora de planejar as compras de Natal para não estourar o orçamento com gastos de última hora. Essa estimativa deve levar em consideração, além da festa, presentes e também eventuais férias que a família pretenda tirar.

Em relação à festa, especialistas recomendam comprar os itens o quanto antes para aproveitar promoções.

“Daqui até o fim do ano os preços tendem a subir. Então comece a comprar aos poucos”, afirma a planejadora financeira Angela Azevedo.

Outra dica é combinar com familiares de cada um levar um item, para não pesar no bolso de uma pessoa só.

Se um produto estiver caro, vale substituí-lo. Nessa época, é comum as famílias servirem aves típicas, como peru. Porém, se o orçamento estiver apertado, há produtos mais acessíveis.

PRESENTES

Depois de planejar a festa, passe para os presentes. O primeiro passo é fazer uma lista com todas as pessoas que serão presenteadas.

“Com essa relação, fica mais fácil ir comprando aos poucos os itens. Agora é a última oportunidade para fazer bons negócios”, afirma André Massaro, consultor em finanças pessoais.

“Em dezembro não há margem para negociação real, pois o comerciante sabe que o consumidor sofre uma pressão social para presentear. Agora, a margem de negociação e as oportunidade de fazer bons negócios são maiores”, afirma Massaro.

Se a família for grande, a recomendação é fazer um amigo secreto com o preço máximo instituído.

Outro gasto que deve ser planejado é o das férias. Por causa do recesso escolar, muitas famílias optam por viajar nessa época do ano, deixando o orçamento ainda mais apertado. “Quem sai de férias sabe que vai ter que arcar com esse gasto. Então o recomendado é provisionar um pouquinho a cada mês para isso”, diz Angela.

Por outro lado, solteiros podem aproveitar promoções nessa época do ano.

“Se a pessoa tem flexibilidade de ir para onde quiser e tempo, há lugares que não enchem nesse período e fazem descontos de última hora”, afirma Thiago Alvarez, sócio-fundador do site de finanças pessoais GuiaBolso.

“Mas é contar com a sorte. Às vezes a pessoa quer passar uma semana em um destino, mas só consegue duas noites”, diz.

Fonte: Folha Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *